MIRADOIRO

De novo o “Modernismo”

outros exemplos


Por:António Quaresma

2016-11-30
No concelho de Odemira

Há pouco tempo, o Mercúrio publicou nesta rubrica um texto sobre Vila Formosa, edifício situado na margem esquerda do rio Mira, defronte de Milfontes. Exemplar de Art deco (do francês Art décoratif) fez-me lembrar outros exemplos de arquitectura modernista existentes no concelho de Odemira, alguns deles notáveis. Ela surgiu na década de 1930 e continuou até ao início de 1960, rompendo, por vezes combinando-se, com a tradição vernácula e superando algum historicismo (revivalismo), surgido aqui e ali.

 

As construções que, em seguida, se mencionam são moradias existentes nas povoações de São Luís e Vila Nova de Milfontes, de que nenhuma é possível identificar o arquitecto ou o engenheiro projectista, saindo pelo menos uma delas, do engenho do mestre pedreiro construtor, o que mostra certa popularização do estilo. Claro que não se encontram aqui grandes edifícios; o Alentejo Litoral não é propriamente a América do edifício Chrysler.

 

A aldeia de São Luís ostenta ainda alguns dos melhores exemplares de arquitectura modernista, contemporâneos dum período de certa pujança económica, relacionada com a cerealicultura, na segunda e na terceira décadas do século XX. Hoje estão, em geral, desabitados, com evidentes sinais de abandono, e dificilmente resistem à demolição para a edificação de novos edifícios, que respondem a novas necessidades. Assim sucedeu, na Rua Infante D. Henrique, no local onde se encontra hoje o Lar da Terceira Idade.

 

Na Rua Alexandre Herculano, encontra-se a casa das fotos 1 e 2, que entrou no mercado imobiliário recentemente, tendo sido transaccionada duas vezes, em pouco tempo. Com uma exuberante, mesmo contundente, fachada Art deco, em que ressaltam os volumes semi cilíndricos sublinhando o embasamento e as pilastras e a platibanda decorada, que ao centro se eleva, escalonada, numa espécie de frontão, onde se enquadra uma janela e sua varanda. 

 

 1    2

 

Na esquina da Rua Joaquim Inácio Silva com a Rua Dr. António Marques Fragoso, existe uma habitação, cuja platibanda está decorada com motivos “em leque”, característicos do estilo (foto 3).

 

 3

 

Em Vila Nova de Milfontes existem ainda vários exemplos, mais simples, de Art deco, nomeadamente na Rua Vicente Ferreira e na Rua de São Sebastião. No entanto, a fachada escolhida para ilustrar este artigo é de uma pequena casa de habitação, situada na Travessa de Santa Maria, pertencente a um pedreiro, António Francisco, que a construiu, por meados do século XX. A sua escala modesta é enobrecida por uma platibanda cujo denteado é formado por painéis relevados, sobrepostos, que conferem efeito plástico à fachada (foto 4).

 

 4

 

Este património cultural merece ser conhecido e valorizado tanto pelos proprietários como pela população em geral, bem como fazer parte de um inventário concelhio de valores edificados.