FESTIVAIS

É um dos mais conhecidos festivais de Verão mas a venda de ingressos começa este Inverno

Sudoeste vende bilhetes no Natal

2016-12-31
aproveitando a época em que se dão presentes

O cartaz do próximo festival Sudoeste, previsto para 1 a 5 de Agosto de 2017, na Herdade da Casa Branca, perto da Zambujeira do Mar, ainda está em branco. À hora de fecho desta edição foram divulgados três nomes: Mishlawi (dia 3), Two Door Cinema Club (dia 3) e Martin Garrix (dia 4). Os restantes nomes serão revelados a conta-gotas, nos próximos meses, como é da praxe. Mas a produtora Música no Coração aproveitou a época natalícia para começar a vender passes para o evento. “Que melhor altura para começar a preparar a melhor semana de férias de sempre, do que com os presentes de Natal”, questiona em forma de convite.

 

“Os bilhetes já se encontram à venda, e está já também disponível nas lojas FNAC de todo o país e em www.fnac.pt, o Fã Pack FNAC MEO Sudoeste, em quantidade limitada e ao preço imbatível de 85 euros”, informa a produtora em comunicado. Passe para todos os dias do Festival. Entre as vantagens anunciadas destacam-se: passe para todos os dias do festival, nove dias em campismo exclusivo FNAC de 29 de Julho a 6 de Agosto - mediante registo na página de Facebook da FNAC -, uma t-shirt oficial do evento e acesso à zona VIP para 20 premiados.

 

Os passes fora desta promoção também já estão à venda: um passe para cinco dias custa 105 euros e um bilhete diário custa 48 euros.

 

A produtora descreve a Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar como um, “lugar privilegiado e belíssimo onde a celebração se concentra em doses incomensuráveis recebidas sempre com enorme antecipação”. O festival festejou o vigésimo aniversário no Verão passado.

 

De acordo com o relatório final da Aporfest (Associação Portuguesa dos Festivais de Música), o Meo Sudoeste foi 3.º festival mais concorrido em 2016, registando 195 mil espectadores, apenas superado pelo NOS em D’Bandada (gratuito, com 200 mil espectadores) e pelo festival na capital portuguesa Rock in Rio, que alcançou 329 mil espectadores. O FMM - Festival Músicas do Mundo - de Sines alcançou o oitavo lugar com cem mil espectadores.

 

por Ricardo Vilhena (não usa AO)