FESTIVAIS

Cristina Branco e Lura na festa das músicas do mundo

FMM de 21 a 29 de Julho

2017-05-08
Já são quase três dezenas os artistas europeus, sul-americanos e africanos convidados para o festival aberto às músicas de raiz tradicional, urbanas, alternativas, experimentais e de cruzamento

Porto Covo e Sines preparam-se para acolher o Festival Músicas do Mundo (FMM) entre os dias 21 a 29 de Julho de 2017. Os primeiros 26 concertos do alinhamento já foram revelados pela Internet na página oficial do FMM. O festival realiza-se nos centros históricos de duas localidades do concelho de Sines: a cidade de Sines (palcos do Castelo, da Avenida Vasco da Gama, do Centro de Artes de Sines e do Largo Poeta Bocage) e a aldeia de Porto Covo (palco do Largo Marquês de Pombal).

 

O público do FMM Sines 2017 vai poder ouvir a fadista Cristina Branco, que traz a Sines o seu disco de originais mais recente, “Menina” (2016). Destaque também para Lura, uma das vozes mais marcantes da música cabo-verdiana: o seu timbre profundo vai ouvir-se pela primeira vez no FMM Sines sobre um repertório baseado no álbum “Herança”, de 2015, ao ritmo do batuco e do funaná.

 

De resto, o festival é essencialmente uma viagem ao mundo da música que serve, nas palavras dos organizadores, para “transcender a perspectiva etnocêntrica que domina a oferta mainstream e promover a liberdade e a igualdade na circulação artística. Por isso, a lista de países dos artistas convidados é extensa e inclui países da velha Europa, da América (maioritariamente do Sul) e de África, não faltando nomes dos países africanos de expressão portuguesa.

 

“O FMM Sines é um festival aberto a todas as músicas: de raiz tradicional, urbanas, alternativas, experimentais e de cruzamento”, sintetiza a Câmara de Sines em comunicado de imprensa. “Mais do que um festival de “world music”, é um festival que procura as músicas do mundo reais como são feitas e vividas no nosso tempo: músicas miscigenadas, marcadas pelos contactos entre artistas de origens geográficas e culturais diferentes, devedoras dos movimentos de ideias e pessoas que definem a contemporaneidade”, descreve a mesma fonte. 

 

O FMM Sines - Festival Músicas do Mundo venceu os prémios de festival com melhor programa cultural realizado na Península Ibérica em 2016, de melhor promoção turística em Portugal e de melhor grande festival português. Os galardões foram entregues na segunda edição dos Iberian Festival Awards, promovidos pela APORFEST - Associação Portuguesa de Festivais de Música.

 

Os prémios para a qualidade do programa do festival e para o seu impacto no turismo foram atribuídos por um painel de jurados. O prémio de melhor grande festival português, por seu lado, foi decidido pelos votos do público.

 

Em duas edições dos Iberian Festival Awards, Sines acumula seis distinções. Em 2016 (prémios referentes à edição de 2015), venceu a categoria de melhor alinhamento artístico (Portugal e Espanha), de melhor programa cultural (Portugal) e de melhor grande festival português.

 

Ricardo Vilhena (não usa AO)