POLÍTICA

Bloco avança para concelhia em Odemira

BE satisfeito com resultados eleitorais

2017-12-11
"Impulsionado pelos resultados animadores nas últimas eleições autárquicas"

O Bloco de Esquerda de Odemira decidiu promover o seu núcleo a concelhia. “Impulsionado pelos resultados animadores nas últimas eleições autárquicas, em que obteve a maior votação de sempre no concelho de Odemira e re-elegeu um deputado municipal, o Bloco de Esquerda decidiu avançar para a criação de uma concelhia”, anuncia o partido em comunicado. 

 

A decisão foi tomada na reunião de núcleo do BE, no passado dia 2 de Novembro, em Odemira, em que foi também eleita a nova Coordenação, constituída por três elementos: Pedro Gonçalves (deputado municipal eleito pelo BE), Fernanda Marques Pinto e Ventura Ramalho.

 

“Entre outras acções, a nova Coordenação do Núcleo de Odemira irá incentivar a adesão de novos militantes ao Bloco de Esquerda, nomeadamente, junto de todos os elementos que integraram as listas concorrentes à Câmara e Assembleia municipais, assim como às juntas de freguesia de Colos, São Teotónio, Longueira-Almograve, Boavista dos Pinheiros, Vila Nova de Milfontes e São Salvador e Santa Maria”, augura o BE de Odemira. O Bloco pretende também “reorganizar a fixação de novos placards permanentes de propaganda no concelho, são outras das acções previstas até ao final do ano”.

 

De acordo com as contas do BE esta força partidária conseguiu aumentar a sua votação para a Assembleia Municipal de Odemira em 2,48 pontos percentuais (para 6,72%), relativamente às eleições autárquicas de 2013, ficando a escassos votos de eleger um segundo deputado municipal.

 

Reforçar a actividade na Assembleia Municipal e nas Assembleias de Freguesia, iniciar contactos para os vários Conselhos Municipais em que o Bloco de Esquerda terá assento e reorganizar a fixação de novos placards permanentes de propaganda no concelho, são outras das acções previstas até ao final do ano.

 

por Ricardo Vilhena (não usa AO)