LIVROS

Apresentação do livro "Vila Nova de Milfontes - História"

33 anos depois uma reedição corrigida e ampliada

2019-04-10
A apresentação pública será dia 13 de abril às 15.30 horas no Colégio Nossa Senhora da Graça em Vila Nova de Milfontes

“Vila Nova de Milfontes – História” é o título da obra do historiador António Martins Quaresma, que vai ser apresentada ao público no próximo dia 13 de abril, pelas 15.30 horas, no Colégio Nossa Senhora da Graça, em Vila Nova de Milfontes.

 

A apresentação da obra estará a cargo de José António Falcão, historiador de arte e diretor-geral do Festival Terras Sem Sombra, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Odemira, José Alberto Guerreiro. 

 

"Em 1986, aquando do 500.º aniversário da carta de fundação de Vila Nova de Milfontes, foi, de minha autoria, dado à estampa um livrinho intitulado Apontamento Histórico sobre Vila Nova de Milfontes, que teve uma 2.ª tiragem dois anos depois. Em 2003, foi editado outro livro com o título de Vila Nova de Milfontes: História. Têm servido para divulgar conhecimento histórico sobre a vila da foz do Mira. Há muito esgotado, não acreditei que viesse a conhecer reedição. As coisas mudaram quando José Manuel Góis (que muitos identificarão como autor de belas fotos de aves) decidiu enviar uma carta à Junta de Freguesia, chamando a sua atenção para a conveniência, a vários títulos, de reeditar o livro. A Junta remeteu a carta para a Câmara e esta decidiu fazer a publicação. Enquanto autor, não posso deixar de agradecer a José Manuel Góis e ao Município de Odemira" diz António Martins Quaresma na sua página do Facebook.

 

A edição é da responsabilidade do Município de Odemira, sendo o evento inserido no programa das comemorações “Abril em Odemira”

 

António Martins Quaresma nasceu em Vila Nova de Milfontes, onde reside. Tem realizado investigação em História, matéria em que possui o grau académico de Doutor. A continuidade sistemática dos seus estudos, com particular incidência sobre o Alentejo Litoral, traduziu-se na edição de vários títulos, entre livros, capítulos de livros e outras publicações. Tem-se empenhado, ainda, na difusão de temas da cultura local, bem como na divulgação e na defesa do património cultural.

 

A obra aprofunda a história de Vila Nova de Milfontes, nas dimensões municipal, senhorial-comendatária, portuária e castrense – ligadas, respetivamente, à autonomia concelhia, à comenda da Ordem de Santiago, ao porto pesqueiro e comercial e à organização militar centrada no forte de S. Clemente. Enquanto vila autónoma, Vila Nova de Milfontes foi fundada, em 1 de setembro de 1486, pelo rei D. João II. Numa história mais recente, já em pleno século XX, a vila ganha a dimensão turística.