TERCEIRO SETOR

Prémio Fidelidade Comunidade

Candidaturas de 1 a 31 de outubro

2019-08-07
Enquadrado na estratégia de sustentabilidade e negócio da Companhia, o Prémio Fidelidade Comunidade designa a forma como a empresa estrutura a sua resposta às problemáticas da sociedade

Pelo 3º ano consecutivo, a Fidelidade lança no próximo mês de outubro mais uma edição do Prémio Fidelidade Comunidade (PFC) que se destina a apoiar instituições sociais privadas sem fins lucrativos que promovam a inclusão social de pessoas com deficiência ou incapacidade, o envelhecimento e a prevenção em saúde, dando continuidade ao compromisso da Seguradora em apoiar continuamente a comunidade - para que a vida não pare.

 

De âmbito nacional e com uma dotação anual de 500 mil euros, o PFC tem como missão o fortalecimento do setor social e distinguiu já 38 instituições sociais por todo o país com o total de 1 milhão de euros.

 

500 mil euros para instituições sociais de direito privado sem fins lucrativos que promovam:

• Inclusão social de pessoas com deficiência ou incapacidade

• Envelhecimento

• Prevenção em saúde

 

De abrangência nacional, as instituições poderão candidatar-se anualmente a financiamento para propostas de intervenção que promovam o seu desenvolvimento ou as atividades dirigidas aos seus beneficiários.

 

 

Saiba mais em: www.premio.fidelidadecomunidade.pt

 

Enquadrado na estratégia de sustentabilidade e negócio da Companhia, o Prémio Fidelidade Comunidade designa a forma como a empresa estrutura a sua resposta às problemáticas da sociedade.

Lançado em 2017, o Prémio Fidelidade Comunidade contou já com mais de 1000 candidaturas e terá a sua 3ª edição no final de 2019.

Nas duas primeiras edições foram premiadas 38 instituições sociais, por quem foi distribuído um total de um milhão de euros.

Entre os vencedores foram distinguidos projetos na temática da deficiência ou incapacidade, que incluem sensibilização para a redução do estigma, capacitação e acesso a terapias ou equipamentos que permitam melhorar a sua qualidade de vida.

Nas áreas da prevenção em saúde e do envelhecimento foram distinguidas iniciativas que apostam na prevenção de doenças degenerativas, prestação de cuidados na área da saúde mental e apoio e aos cuidadores informais.

Além de financiar projetos dirigidos aos diferentes públicos apoiados pelas entidades, o Prémio destaca-se por privilegiar propostas de intervenção que promovam o desenvolvimento das instituições e a sua sustentabilidade, nomeadamente através do financiamento de iniciativas de formação para as equipas técnicas, definição dos planos estratégicos, criação de negócios sociais ou ferramentas que permitam melhorar a sua gestão.

 

 

Sessões de esclarecimento em setembro