Raízes

FOTO: Daniel Watson

Passei uma parte da minha vida a lançar raízes por aí. Confunde-me o facto de sentir que esse hábito de lançar raízes foi interrompido a determinado ponto. Talvez nunca me tenha adaptado ao chão que piso agora. O facto surpreende-me – julguei-me talhada para a adaptação fácil. Em Odemira, passei os verões da infância. Esta vila deu-me muito colo e eu bem precisava dele. Aqui as raízes devem ser bem fundas – sinto-as hoje ainda, bem vivas, quando vou de passagem entre o país do norte que me mantém em estado de espera, desenraizada, e a terra onde eu anseio regressar.

Sobre o Autor

Em 2015, mercúrio nascia em Odemira como jornal mensal em papel; libertando-se para uma existência apenas digital, com uma presença online renovada e dinâmica, quatro anos depois, corria o mês de Outubro.

Deixe uma resposta