Batido

FOTO: Pixabay

Fizeram do verão um político. Começa a pré-campanha numa perfeita mentira em forma de pílulas e batidos milagrosos, que tornam qualquer corpo perfeito, sem esforço. Quando chega ao poder, achamos que nos esperam dias quentes, mas arrefece-nos essa espetativa com montras de lojas em roupa de inverno, lembrando-nos que se aproxima a intempérie. Já despidos de grandes esperanças e de roupas, pedimos um gelado numa praia vazia em setembro, mas sabe ao azedo do regresso às aulas e ao trabalho, que nos é relembrado sem descanso pelas inúmeras campanhas publicitárias. Aí sabemos que sentimos o sabor dum final de mandato.

Deixe uma resposta