Projeto Editorial do Jornal Mercúrio


Missão

Contribuir para o desenvolvimento do concelho de Odemira através de uma informação correta, interpretação competente e pluralidade de opinião, no comprometimento com a ética e a prática jornalística de qualidade.

Visão

Ser um jornal local de verdade e abrir espaço para a expressão das mais diversificadas vertentes do pensamento crítico, consolidando-se como um jornal de referência na comunicação regional.

Objetivos

• Registar e resgatar a história de Odemira através da publicação de reportagens, entrevistas, crónicas, artigos de opinião e notícias de interesse da comunidade local.
• Noticiar os principais eventos sobretudo do concelho de Odemira mas também dos concelhos limítrofes.
• Estimular a visão crítica e discussão pública sobre o concelho de Odemira através de uma comunicação atual.


POLÍTICA EDITORIAL

Política editorial e público-alvo

O Mercúrio é um jornal propriedade do Grupo Arméria, S. A. e tem a sua política editorial assente na abordagem de assuntos de interesse da população do Concelho de Odemira e no compromisso com a ética e a prática jornalística de qualidade. Com um apuramento rigoroso e plural, pretende-se que o jornal seja mais do que um mero portador de notícias, promovendo discussão e atitude.

Os assuntos prioritários do Mercúrio são aqueles que dizem respeito ao seu público-alvo, a população do concelho de Odemira, englobando as instituições públicas e privadas de referência, mas sem atuar como instrumento de comunicação institucional de nenhuma delas.

O Mercúrio abrange as seguintes secções, fixas ou variáveis: Opinião, que inclui o Editorial e as Cartas dos Leitores, Política, Economia, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, Saúde, Educação, Sociedade, Especial, Entrevista e Classificados.

O Mercúrio tem 16 páginas, de formato tabloide, de capas e contracapas e outras páginas coloridas, periodicidade mensal e tiragem de 3 mil exemplares.

OPINIÃO

Consiste na produção de textos opinativos cujo objetivo é gerar debates e controvérsia. Deverá ser levada em conta a pertinência dos temas a serem debatidos, bem como os limites éticos do jornalismo relacionados com o apuramento, as fontes e a pesquisa. Compõem a secção: o “Editorial” do diretor “Artigos de Opinião” de vários autores, e “Cartas dos Leitores”. Esta última destinada à publicação de trechos de cartas ou e-mails enviados à redação comentando os assuntos da edição anterior.

POLÍTICA

Nesta secção cabem assuntos/ilustrações/fotos relacionados especificamente com a política nacional ou local, excecionalmente internacional. Cabe também a divulgação de factos relevantes e a análise de ações do poder público ou de instituições privadas que envolvam ou afetem a sociedade local. O apuramento deve ser plural e não tendencioso, de forma que o produto final estimule o debate e a reflexão.

ECONOMIA

Aborda temas relacionados com empresas, negócios, meio ambiente, agricultura e políticas económicas, preferencialmente em forma de reportagem. É fundamental que as informações sejam tangíveis e de interesse do público-alvo do jornal.

CULTURA

Publica peças sobre assuntos relacionados diretamente a manifestações culturais tanto das correntes principais quanto da cultura alternativa.

DESPORTO

Procura abordar assuntos relacionados a práticas desportivas e da forma como as mesmas se enquadram na sociedade, na política e na economia. Relações entre desporto, saúde, bem-estar e cidadania podem gerar boas peças. Curiosidades, desportos inusitados, exóticos, perfis de atletas, modalidades mais ou menos praticadas, coluna de opinião e relação entre desporto e comunidade.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Engloba temas de interesse académico, pesquisas tecnológicas, novas descobertas científicas, soluções alternativas de desenvolvimento sustentável, enfatizando os assuntos mais próximos dos leitores.

SAÚDE

Aborda temas relacionados com as políticas públicas de saúde com relevância à população local, aspetos que envolvam estabelecimentos de saúde e instituições públicas, privadas e não-governamentais. Neste espaço cabem também assuntos relacionados com o bem-estar da população.

EDUCAÇÃO

As peças para esta secção devem ser elaboradas a partir de factos, pesquisas, avaliações, políticas e discussões atuais sobre o ensino em Portugal e no concelho. Deve-se abranger as políticas e problemas das diversas instituições educacionais do concelho.

ESPECIAL

É o espaço para as grandes reportagens publicadas pelo periódico. Os temas não serão restritos e a escolha será feita em equipa após discussão prévia. Assuntos que se destaquem pela relevância, proximidade ou imprevisibilidade serão inseridos nesta secção. Apenas uma reportagem especial será publicada por edição caso haja interesse suficientemente relevante para o fazer. Os assuntos trazidos para a secção Especial podem e devem estar na capa.

ENTREVISTA

Não é necessário vincular o tema da entrevista a algum assunto tratado na mesma edição em que será publicada. O entrevistado (apenas um por edição) pode versar sobre qualquer área de interesse do público-alvo. O assunto deve estar em evidência e o entrevistado dominar o tópico a ser tratado a fim de acrescentar informação relevante. A entrevista deve ser preferencialmente presencial.

SOCIEDADE

Esta é a secção das pessoas e da sua intervenção na sociedade, individualmente ou em grupo, através de exemplos de sucesso, estilo de vida ou trabalhos/projetos associativos em prol da comunidade. Nesta secção, é possível difundir os eventos, feiras e festas do concelho. Pode-se utilizar uma linguagem mais informal. Deve-se garantir os direitos ao bom nome, à reserva da intimidade da vida privada, à imagem e à palavra dos cidadãos.

CLASSIFICADOS

Nesta secção, o leitor pode encontrar pequenos anúncios e oferta de emprego local e regional. Esta é também uma secção dedicada ao leitor. Poderá haver um espaço para “Opinião do Leitor” com questões colocadas na edição anterior. Poderá ainda haver cartoons – tiras humorísticas – e jogos.


DADOS TÉCNICOS

TÍTULO: Mercúrio

TEMÁTICA: Notícias e artigos de opinião

MEIO: Jornal impresso e em versão eletrónica

PERIODICIDADE: mensal com atualização online sempre que a relevância da informação o justifique

FORMATO: Tabloide – 290x370mm (área utilizável: 260x335mm)

NÚMERO DE PÁGINAS: 24

PAPEL: jornal

TIRAGEM: 5.000 exemplares

DISTRIBUIÇÃO: preço de capa €0,50

LOCAIS DE DISTRIBUIÇÃO: Distribuição ao domicílio no concelho de Odemira via CTT e disponibilização no comércio, nas coletividades, nas instituições locais do concelho de Odemira e, sempre que possível, em concelhos limítrofes.

SECÇÕES

Secções fixas: Capa, Editorial, Opinião.

Secções variáveis: Política, Economia, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, Saúde, Educação, Especial, Entrevista, Sociedade e Classificados.