Seis respostas sociais articuladas na prevenção da COVID-19 Município, freguesias e entidades de vocação social de Odemira dão resposta aos cidadãos mais desfavorecidos e isolados

fotografia: Alex Boyd

O Município de Odemira, as entidades da economia social e as freguesias do concelho articularam entre si um conjunto de medidas de apoio aos cidadãos mais desfavorecidos e isolados, como forma de prevenção à pandemia da COVID-19, com especial incidência na população sénior e de forma a proteger este grupo de risco.

A linha de apoio do Setor de Ação Social do Município de Odemira na prevenção da pandemia da COVID-19 está disponível através do contacto 961 620 618, para apoio, informação e articulação com as restantes entidades da rede social, sendo dirigida aos munícipes carenciados.

O apoio social à população idosa e isolada no concelho de Odemira está a ser implementado pelas Juntas de Freguesia, através do transporte de alimentos e medicamentos. Quem vive sozinho e sem qualquer tipo de apoio familiar ou de vizinhança pode contactar a respetiva Junta de Freguesia e informar-se da possibilidade de usufruir desse serviço.

O apoio psicológico de prevenção e combate ao isolamento dos idosos, um serviço dirigido a cidadãos do concelho com mais de 65 anos, está a ser prestado através da equipa de psicólogos da TAIPA (Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado do Concelho de Odemira) disponível através dos contactos 969 230 907 e 967 918 064.

“Vizinhança Solidária” é uma iniciativa que pretende promover o voluntariado junto da população idosa, valorizando o papel dos vizinhos neste momento de maior fragilidade, onde a solidão e o isolamento desta população são uma preocupação. Os voluntários que pretendam dar o seu tempo por esta causa devem contactar os números 969 230 907 e 968 803 219. Este é um projeto do CLDS 4G – Contrato Local de Desenvolvimento Social – Geração Ativa, promovido pela TAIPA em parceira com o Banco Local de Voluntariado.

O combate à violência doméstica é também uma resposta essencial, sendo um serviço prestado no concelho através do Gabinete de Apoio à Vítima de Odemira (GAVA), através do contacto 924 467 767.

Num concelho com enorme dispersão territorial e com uma grande faixa da população com mais de 65 anos de idade, onde o isolamento social é uma realidade, é fundamental a articulação de respostas sociais na prevenção da COVID-19, numa estreita colaboração entre as diversas entidades que compõem a Rede Social de Odemira.

Sobre o Autor

Em 2015, mercúrio nascia em Odemira como jornal mensal em papel; libertando-se para uma existência apenas digital, com uma presença online renovada e dinâmica, quatro anos depois, corria o mês de Outubro.

Deixe uma resposta